GALERIA DE FOTOS

Essa comédia escrita por Mario Prata, com direção de Roberto Bomtempo, conta a história de quatro amigos de uma cidade do interior de São Paulo. Xico (Leandro Baumgratz) veio do interior para a capital e se torna escritor de sucesso. Casa com Olga (Janaina Moura), que também veio do interior, exilou-se em Paris em 1968 onde criou reputação como socióloga. O casal vive um drama de criatividade, ele é o “escritor de sucesso”, que recebe em 1979 o prêmio Moliere pela peça “Besame Mucho”, mas na verdade quem escreveu a peça foi sua esposa, Olga.

O segundo casal é formado por Tuca (Rafael Sardão) que permaneceu no interior, tornou se advogado de sucesso e casou com Dina (Ana Paula Sant´Anna), dona de casa prendada, ingênua, que escolheu ser esposa e mãe. Um casal que se ama, mas enfrenta alguns problemas no casamento. Dina, em virtude de uma educação extremamente repressora que teve no colégio freiras e uma forte síndrome de culpa, não consegue se sentir plena no casamento, atrapalhando a relação do casal que chega até a pensar em separação.  Tudo muda quando Dina, numa tentativa de apimentar a relação, se veste de Marilyn Monroe, a fantasia funciona tanto que o casal passa a realizar as mais diversas fantasias sexuais, criando – através desse “jogo” – situações muitos divertidas.


FICHA TÉCNICA

Direção
: Roberto Bomtempo
Elenco: Ana Sant’Anna, Leandro
Baumgratz, Rafael Sardão e Janaína Moura


Estreou em novembro/2010, no Circuito Sesc/RJ – Niterói, São João de Meriti, Barra Mansa, Nova Iguaçu, Engenho de Dentro e Madureira.

Temporadas: Teatro Leblon (2012), Espaço Sesc/RJ (2011), Teatro Leblon (2011), Circuito Sesi/RJ – Jacarepaguá, Duque de Caxias, Macaé, Campo dos Goytacazes, Itaperuna e Petrópolis (2011), Teatro dos Grandes Atores (2011)

Projeto referenciado peloSESC/RJ e SESI/RJ


CRÍTICA

Besame Mucho recebeu exelente versão cênica de Roberto Bomtempo, cabendo destacar a criativa e dinâmica de encenação, a ótima utilização dos vídeos e a capacidade do diretor de extrair atuações irrepreensíveis do elenco.“  - Lionoel Fisher