GALERIA DE FOTOS

EM DESENVOLVIMENTO

Doc - TV

Para comemorar o aniversário de 20 anos da companhia franco-brasileira de teatro gestual DOS À DEUX, o documentário conta a trajetória de André Curti e Artur Luanda Ribeiro, fundadores da companhia que se divide entre Paris e Rio de Janeiro.

Não há, até o momento, nenhum livro publicado ou registro feito que se considere relevante como documento da companhia. O documentário suprirá essa lacuna e entrará como parte das comemorações dos 20 anos da DOS À DEUX.

Criada em 1998, DOS À DEUX nasce do encontro entre André e Artur num festival de teatro em Paris, quando decidem fazer juntos uma pesquisa teatral sem a utiliza inspirada em “Esperando Godot”, de Samuel Beckett. A partir daí, a parceria se consolida assim como o trabalho na direção de um teatro não-textual, chamado de teatro gestual, que mistura teatro, dança, manipulação de objetos, jogos de luz, efeitos de ilusionismo. Os recursos são usados para criar a linguagem do teatro sem palavras. O corpo é o elemento fundamental para a ação dramática. Cenário, figurino, trilha sonora e iluminação tornam-se essenciais para a narrativa. Alternando-se como autores, encenadores iluminadores e cenógrafos, a dupla explora a teatralidade do gesto e do movimento na construção de histórias.

Filmado no Rio de Janeiro e em Paris, e se utilizando de um vasto material imagético registrado ao longo desses 20 anos, o documentário mostra a jornada de trabalho e de vida da dupla e que rumos tomou ao longo do caminho. Mostra como funciona seu processo criativo: como escrevem, criam, atuam e dirigem juntos; revela como nasceram os espetáculos e as turnês por mais de 50 países, passando por todos os continentes.

O documentário constrói um inventário de memórias registrando a história de uma das mais importantes companhias de teatro do mundo.

 


MAIS INFORMAÇÕES

A sede da companhia no Rio de Janeiro é um sobrado que abrigou um antigo cortiço, de 1846, que está em restauração desde que a companhia decidiu ter um quartel general no Brasil. DOS À DEUX se estabeleceu como espaço para abrigar residências artísticas e seu trabalho é reconhecido mundialmente por seu rigor estético e sua plasticidade, além de colecionar dezenas de prêmios.

Tanto Artur Luanda Ribeiro quanto André Curti iniciaram suas carreiras no Brasil. No entanto, se conheceram em Paris, na França, onde fizeram da companhia de teatro DOS À DEUX, seu trabalho, sua vida e sua paixão.

O projeto do documentário será levado para o Festival Internacional de Documentários SUNNY SIDE OF THE DOC em junho de 2017 em La Rochelle, França. A intenção é lançar o filme em 2018, quando se completam os 20 anos da companhia, e promover uma estreia mundial com direito a sessão première em sala de exibição, dentro da programação do festival de 2018.