quem-cover2.jpg
quem-cover2.jpg

Quem somos


Conheça nossos projetos!

SCROLL DOWN

Quem somos


Conheça nossos projetos!

"Investir em cultura e entretenimento, VALORIZANDO a função social e educadora que a arte tem como potencial." 


A PRODUTORA

Nasceu no ano de 2000, com a estreia do espetáculo "Raul fora da lei – a história de Raul Seixas”. Desde então produziu diversos espetáculos teatrais fundando a Cia. Movimento Carioca de Teatro.

Em 2004 produziu seu primeiro longa metragem, o premiado filme “Depois daquele baile” dirigido por Roberto Bomtempo e desde então, investe em conteúdo para cinema e televisão.

A Movimento Carioca também realiza workshops e palestras para atores.

No audiovisual, a Movimento Carioca investe na diversidade de formatos de projetos, como longa metragens, documentários e séries de TV, tanto de ficção quanto documentais.

No teatro, a produtora investe em peças teatrais, workshops de interpretação e preparação de elenco e palestras sobre o conceito do ATOR-REALIZADOR.


EQUIPE

ROBERTO BOMTEMPO

Diretor

Roberto Bomtempo é um ator, diretor e produtor que desde o início de sua carreira transita constantemente entre o teatro, o cinema e a televisão, tendo sido premiado diversas vezes em festivais nacionais e internacionais ao longo de seus trinta anos de profissão. Em teatro dirigiu, entre outras, as peças:  "Besame Mucho" de Mario Prata, “Um Sopro de Vida” de Clarice Lispector, “Barrela” de Plínio Marcos, “Capitães de Areia” de Jorge Amado. Sua estreia como diretor de cinema foi no premiado longa metragem “Depois daquele Baile”, com Lima Duarte, Irene Ravache e Marcos Caruso e dirigiu também o longa “Mão na Luva” onde ganhou ao lado de José Joffily o Prêmio de melhor direção no Festival de Cinema de Natal. Na televisão dirigiu as novelas: “Chamas da Vida”, “Luz do Sol” e “Bicho do Mato” na TV Record e os documentários “Barretos” e “Moda Country” para o canal Multishow. Fundou e dirigiu por 5 anos a Oficina de Atores da Rede Record de Televisão.

Como ator, participou de mais de 30 longas, dezenas de novelas e peças de teatro.

Formou-se em Artes Cênicas pela Faculdade CAL.


MIRIAM FREELAND

Produtora e Atriz

Miriam Freeland estreou profissionalmente aos 15 anos. Sua formação foi no tradicional Teatro O Tablado/RJ e é graduada em História da Arte pela UERJ e em Artes Cênicas pela CAL. Como atriz se destacam os seguintes trabalhos: “Tomo suas mãos nas minhas”, de Carol Rocamora, direção Leila Hipólito (Indicada ao Prêmio Shell 2010 de melhor atriz) que também produziu; “Hedda Gabler”, direção Michel Bercovitch e Floriano Peixoto; a premiada montagem de “Pluft, o Fantasminha”, direção Cacá Mourthé; “Espia uma mulher que se Mata”, direção de Daniel Veronese e Marcelo Subiotto e “Um Sopro de Vida”, de Clarice Lispector, direção de Roberto Bomtempo e Daniel Dias da Silva, onde ambas também esteve como diretora de produção. Na televisão seus principais trabalhos são: “Poder Paralelo” de Lauro Cesar Muniz; “Um Só Coração” de Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira, “Esperança” de Benedito Ruy Barbosa e “Cravo e a Rosa” de Walcyr Carrasco. Sua estreia no cinema foi o longa metragem “Cine Holliúdy” de Halder Gomes (indicada na categoria Melhor Atriz do Prêmio Quem) e “Mão na Luva”, de Oduvaldo Vianna Filho, com direção de Roberto Bomtempo e José Joffily que lhe render o Prêmio de Melhor Atriz no FestNatal.


EVA NETTO

Produtora Executiva

Jornalista formada pela Escola de Comunicação da UFRJ, Eva Netto é produtora executiva e “showrunner”: criadora e gestora de projetos audiovisuais, com habilidade artística e executiva na gerência de conteúdo e produção. Experiência como produtora executiva de telejornalismo, de produções institucionais, da TV Brasil e de produtos audiovisuais de ficção. Fala fluentemente inglês e francês. Assina a criação e a produção executiva da série documental “Lugares Vivos” (em fase de finalização).

 


REGINA SAMPAIO

Atriz e Produtora
        
Regina Sampaio é uma atriz carioca com carreira no teatro, na televisão e no cinema. Fez no teatro entre outras peças: “Antiga” direção Charles Azevedo, “ Verdes Anos” , “Capitães de Areia” com direção de Roberto Bomtempo, “Filosofia de Um Par de Botas”, direção de Maria Clara Machado e “Espia Uma Mulher Que Se Mata”, de Daniel Veronese e dirigida pelo diretor argentino Marcelo Subiotto. No cinema atuou em “Polaroides Urbanos” de Miguel Falabella, “Meu Nome não é Jonnhy” de Mauro Lima, “Os Seios de Deus” de Alberto Salvá e “Como Esquecer” de Malu Martino e “Depois daquele baile” de Roberto Bomtempo. Na televisão fez, “Floradas na Serra”, “Ana Raio e Zé Trovão” e Capitães de Areia” na TV Manchete, “Bicho do Mato”, “Luz do Sol” e “Caminhos do Coração” na Rede Record e “Presença de Anita”, “Malhação”, “Pé na Cova” na Rede Globo. Participou ainda das séries “ Amor Veríssimo” no GNT, “Por Isso eu sou Vingativa” no  Multishow. Atualmente está na série “Gaby Estrela, no canal Gloob e na novela “Totalmente demais” na Rede Globo.